23 de out de 2009

A velhinha e a farmácia



A velhinha, toda elétrica, entra na farmácia:

- Vocês têm analgésicos?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm remédio contra reumatismo?
- Temos sim senhora.
- Vocês têm camisinha lubrificada?
- Temos sim senhora.
- Vocês têm Viagra?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm pomada anti-ruga?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm gel para hemorróidas?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm bicarbonato?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm antidepressivos?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm soníferos?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm remédio para a memória?
- Temos sim senhora.

- Vocês têm fraldas para adultos?
- Temos sim senhoooooora!!!

Minha senhora isto aqui é uma far-má-cia, nós temos isso tudo.

Qual é seu problema?
- Bem é que vou casar com meu noivo que tem 85 anos, e eu vou fazer 80 no fim do mês.

Nós gostaríamos de saber, se podemos deixar nossa lista de casamento aqui com vocês.

18 de out de 2009

De Repente .. em Tibau do Sul

POR-DO-SOL NA LAGOA GUARAÍRAS - TIBAU DO SUL/RN

PRAIA DE CACIMBINHAS - TIBAU DO SUL/RN


PONTA DO PIRAMBU

FALÉSIAS - TIBAU DO SUL - AO FUNDO, A PRAIA DE PIPA.


10 de out de 2009

25 Formas de Passar o Tempo no Elevador


1 - Quando houver só uma pessoa no elevador, dê um tapinha no ombro dela e finja que não foi você.

2 - Aperte os botões do elevador e finja que eles dão choque. Sorria e faça novo.

3 - Se ofereça para apertar os botões para os outros, mas aperte os botões errados.

4 - Segure a porta e diga que está esperando por um amigo. Depois de um tempo, deixe a porta fechar e diga: "Olá Zé. Como vai você?"

5 - Deixe cair sua caneta e espere até alguém se oferecer para pega-lá, então grite: "Ei, é minha!"

6 - Traga uma câmera e tire fotos de todos no elevador.

7 - Traga uma mesa para dentro do elevador e quando alguém entrar, pergunte se marcaram hora.

8 - Leve um Banco Imobiliário e pergunte para as pessoas se elas querem jogar.

9 - Deixe uma caixa no canto e quando alguém entrar pergunte se elas ouviram um tique-taque.

10 - Finja ser uma aeromoça e revise os procedimentos de emergência com os passageiros.

11 - Pergunte: "Você sentiu isso?"

12 - Fique bem perto de alguém, fungando em seu cangote de vez em quando.

13 - Quando a porta se fechar, fale: "Tudo bem. Não entrem em pânico. Ela abrirá novamente".

14 - Mate moscas que não existem.

15 - Diga às pessoas que você pode ver sua aura.

16 - Grite: "Abraço grupal", então force as pessoas a se juntarem.

17 - Faça caretas dolorosamente enquanto bate na sua testa e murmure: "Calem a boca, todos vocês, calem a boca!".

18 - Abra sua pasta ou bolsa e enquanto olha dentro dela pergunte: "Tem ar suficiente aí dentro?"

19 - Fique quieto e parado no canto do elevador, encarando a parede.

20 - Encare outro passageiro por um tempo, e grite com horror: "Você é um deles!" e recue devagar.

21 - Coloque uma marionete na mão e use-a para falar com os outros.

22 - Escute as paredes do elevador com seu estetoscópio.

23 - Faça barulhos de explosão quando alguém apertar um botão.

24 - Encare outro passageiro por um tempo e fale: "Estou usando meias novas".

25 - Desenhe um pequeno quadrado no chão com giz e diga para os outros: "Este é o meu espaço".

IMAGEM DO DIA


PROPAGANDA É A ALMA DO NEGÓCIO

8 de out de 2009

VACA PRETA E BRANCA


Um trilheiro pergunta para um caipira acompanhado de duas vacas, uma preta e uma branca:
— Essa sua vaca dá muito trabalho?
— Qual, a preta ou o branca?
— Ah, a preta.
— A preta dá muito trabalho.
— E a branca?
— Ah também.
— Essa vaca dá muito leite?
— Qual, a preta ou o branca?
— Ah, a preta.
— A preta dá muito leite.
— E a branca?
— Ah, também.
— Poxa, mas tudo que eu te pergunto você pergunta se é a preta ou o branca.
— É porque a preta é minha.
— E a branca?
— Também!

4 de out de 2009

Das Vantagens de Ser Bobo - Clarice Lispector


O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo.

O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas.

Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando.

"Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro.
Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.
Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"
Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!
Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida.Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.
Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!
Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.