10 de fev de 2011

PITANGAS


A pitanga é o futo da pitangueira. Tem a forma de drupa globosa e carnosa, com as cores vermelha (a mais comum), amarela ou preta. Na mesma árvore, o fruto poderá ter desde as cores verde, amarelo e alaranjado até a cor vermelho intenso de acordo com o grau de maturação.



Este fruto não é produzido comercialmente pois, quando maduro, fica muito tenro e danifica-se facilmente com o transporte. Apesar disto, é apreciado no Brasil pois é muito saboroso, além de ser rico em cálcio.



A palavra "pitanga" vem do tupi-guarani pï'tana, que significa "vermelho" (a cor mais comum deste fruto), ou aquilo que se qualifica pela sua cor avermelhada, que tem a pele vermelha, corada . Pitangueira é uma palavra híbrida formada pelo termo ´pitanga` e pelo sufixo nominativo plural "eiras", do latim "'ariu", que significa coleção, quantidade, relação, posse.


A planta é cultivada tradicionalmente em quintais domésticos. O seu plantio é feito simplesmente pela colocação de um caroço de pitanga no solo ou pelo transplante de uma muda até o local adequado. Dá-se bem em quase todo tipo de solo, incluindo os terrenos arenosos junto às praias. É também usada como árvore ornamental em áreas urbanas de cidades brasileiras, na recuperação de áreas degradadas de sistemas agroflorestaos multiestrato e em reflorestamentos heterogêneos. As pitangueiras com frutos são um ótimo atrativo para pássaros e animais silvestres em geral.
 

A tradição popular atribui algumas qualidades terapêuticas às infusões feitas com as folhas verdes da pitangueira ("chá" de pitanga ou "chá" de pitangueira).


Textos extraídos e adaptados do site http://pt.wikipedia.org/wiki/Pitanga

FOTOS: Pedro Henrique
* Todos os direitos reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário